Está aqui

Cuidados curativos & reforço da imunidade

O outono é altura de reforçar a imunidade para aumentar as resistências físicas, preparando o corpo para a parte fria do ano. Segundo a medicina Ayurvédica, a resistência do sistema imunitário basea-se antes de mais, no equilíbrio de três forças vitais (prana, tejas, ojas), boa qualidade do fogo digestivo (agni), boa metabolização, bom funcionamento do fígado e funcionamento harmonioso do sistema endócrino.

O outono é altura de reforçar a imunidade para aumentar as resistências físicas, preparando o corpo para a parte fria do ano. Segundo a medicina Ayurvédica, a resistência do sistema imunitário basea-se antes de mais, no equilíbrio de três forças vitais (prana, tejas, ojas), boa qualidade do fogo digestivo (agni), boa metabolização, bom funcionamento do fígado e funcionamento harmonioso do sistema endócrino. Uma fraca imunidade é causada por stress excessivo, desiquilíbrio psicológico, emoções negativas, contaminação do corpo, dessaranjos metabólicos, dieta inadequada e um estilo de vida pouco saudável. Tudo isto, afeta a formação da força vital essencial Ojas, que é a essência pura do dosha Kapha e representa o mais profundo princípio do sistema imunitário, sob a forma de saúde mental e física. É formada durante uma digestão e assimilação de nutrientes adequada. Quando a força do fogo digestivo (agni) é inadequada, a acumulação excessiva de tóxinas enfraquece a formação desta essência e por isso, reduz a resistência do sistema imunitário.

Ojas é uma substância biológica produzida durante a biossíntese em cada um dos sete tecidos corporais. Forma a reserva energética base de todo o corpo e é responsável por toda a sua vitalidade, força, resistência e imunidade. Fornece uma proteção ativa contra virus, bactérias e infeções. A diminuição do nível de Ojas, pode causar dor no peito, palpitações, falta de ar, desidratação, atrofia muscular, osteoporose e doenças oncológicas. Um dos principais fatores que provoca a sua diminuição é uma vida intima excessiva, exaustão mental ou frustração intensa. O desenvolvimento natural da Ojas é promovido pela meditação, que ocorre juntamente com respirações conscientes e com a concentração vigilante na presença da energia da vida no chakra do coração. Esta paz mental sem julgamento, desejo e stress, traz estabilidade psicológica, energiza o corpo e desperta o poder da alma.

Tejas é a essência pura do dosha Pitta e representa a luz interior, a emanação exterior da personalidade e o princípio da inteligência biológica de cada célula de todos os tecidos corporais. A nível externo, representa o calor e o brilho do Sol, a nível interno a chama ardente da vida interior, calor, digestão, metabolismo, inteligência celular, movimento e a energia dinâmica das nossas vidas. Deste modo, o corpo tem a sua própria inteligência e poder curativo. Ele sabe como se recuperar em caso de doença e quais os mecanismos de defesa a ativar em situações críticas. É então, necessário aprendermos a ouvir o nosso corpo adequadamente. Tejas é uma substância energética da comida cozinhada, que é mais macia, mais leve e mais facilmente processada pelo fogo digestivo. A água quente tem um efeito de limpeza e desintoxicação da digestão. A água fria cria toxinas e enfraquece a digestão. Por esta razão, é muito mais difícil obter as três forças de vida essenciais (ojas, tejas e prana) a partir unicamente da comida crua.

O Prana é a essência pura do dosha Vata e a força de vida primária, responsável pela atividade do sistema respiratório e circulatório, bem como pelas funções motoras e sensoriais do corpo. É a força motriz de uma atividade cerebral superior, do sistema cardiovascular e da oxigenação dos tecidos corporais e das células individualmente. A respiração afeta a consonância harmoniosa entre a energia racional masculina e a intuitiva feminina, sob a forma de inalação e exalação pela narina direita (masculina) e esquerda (feminina). Uma respiração regular e com um ritmo calmo, é então, uma ferramenta importante para o controlo consciente das nossas emoções e pensamentos e para aprofundar a nossa consciência espiritual.

As três substâncias (prana, tejas, ojas) existem no chakra do coração, mas ao mesmo tempo penetram todo o corpo e mente. No caso do dosha Vata começar a secar demasiado o Ojas, pode resultar na perda de peso e no desenvolvimento do síndrome de fadiga crónica. O dosha Pitta muito agravado, pode causar um grande aumento do tejas, que literalmente queima o sistema imunitário, podendo provocar o desenvolvimento de doenças autoimunes, em que as células começam a produzir anticorpos que destroemas células saudáveis. Este é o caso da doença de Bechterew’s ou Crohn, gota, febre reumática, esclerose múltipla, psoríase, dermatite ou síndrome de Reynaud’s. Uma grande acumulação do dosha Kapha origina um bloqueio do fluxo do ojas, resultando em dispneia, membros pesados, edema das articulações ou lipoma, desenvolvimento de diabetes, obesidade, colesterol elevado e pressão sanguínea elevada. Também pode provocar glaucoma. O melhor modo de reabastecer as três substâncias da vida (ojas, tejas, prana) é através do consumo regular de Chyawanprash, leite, ghee (manteiga clarificada), mel, açafrão, arroz, amêndoas, uvas passas e espargos.